“Lua Nova”: Segredos do set

15 de agosto de 2009

uu

Com um novo diretor, um novo nível de fama para Kristen Stewart e Robert Pattinson, e um novo nível de abdomens de lavar roupa de Taylor Lautner, o segundo filme da série “Crepúsculo” promete ainda mais desmaios para sua legião de fãs – leia a fofoca!

Kristen Stewart deita em um tapete bege, cercada por uma bagunça de rosas cor-de-rosa e cristal quebrado, revelando um corte sangrento em seu braço direito. É Abril em Vancouver, e o elenco de Lua Nova está filmando a celebração do climático 18° aniversário de Bella – a cena depois da que um inocente corte de papel transforma a família Cullen, em uma fração de segundo, de vampiros “vegetarianos” e civilizados a seis criaturas selvagens sedentas por doce sangue humano. O diretor Chris Weitz quer outra tomada de Edward (Robert Pattinson) combatendo seu irmão vampiro Jasper (Jackson Rathbone), enquanto Stewart se encontra ferida ao fundo. Esta é a terceira noite congelante seguida que o elenco trabalha até de madrugada, mas isso não os impede de se sentirem bem-dispostos e alegres. Pattinson faz caretas para a câmera de vídeo entre as tomadas e caçoa de sua co-estrela por ficar deitada no meio de toda a violência entre vampiros. “Você quer que Kristen nos dê um pouco de vida ali atrás?”, ele brinca com o diretor. Kristen sorri. “Estou apenas me contorcendo aqui embaixo”, ela diz. “Muitas contorções. Eu me contorço muito bem.”

Assim como os fãs de “Crepúsculo”. Agora, por exemplo, milhões deles no mundo todo estão se contorcendo em deliciosa agonia conforme esperam que “Lua Nova” chegue aos cinemas no dia 20 de Novembro. Ano passado, “Crepúsculo”, a primeira adaptação da série da autora Stephenie Meyer, arrecadou cerca de $400 milhões pelo mundo todo e lançou Stewart e Pattinson à estrada do super estrelato – e super escrutínio. Agora o time esta de volta com “Lua Nova”, apesar de a seqüência ser uma fera diferente – e uma que não fácil de domar. O segundo livro de Meyer é baseado em corações quebrados e tristeza, focando-se no caminho da recuperação de Bella depois que Edward quebra seu coração em milhões de pedaços e então some. Em adição ao melodrama, o filme tem que lidar com muito pouco do sonho Edward Cullen. Ao invés disso, basicamente se preocupa com o relacionamento florescente entre Bella e seu amigo Jacob (Taylor Lautner), que se transforma em um enorme lobisomem. Pattinson não poderia estar mais feliz com seu papel diminuído. “Era um trabalho sem estresse por três meses,” diz o ator, 23, em seu charmoso jeito britânico. “Toda a pressão estava com o Taylor.”

Em verdade, ninguém no mundo de “Crepúsculo” deveria sentir dor. Claro, houveram algumas controvérsias. Primeiro, o diretor Weitz (“A Bússola de Ouro”) substituiu a diretora de “Crepúsculo”, Catherine Hardwicke. Depois, Lautner fez campanha pública para manter o papel do Jacob já que o personagem crescia mais e mais. E recentemente, a atriz Rachelle Lefevre, que interpreta a vampira louca por vingança Victoria, foi substituída por Bryce Dallas Howard para o terceiro filme da série que logo será filmado, Eclipse. Cada um desses acontecimentos chocou os fãs – mas aparentemente apenas fortaleceram seus comprometimentos com a franquia. Alguém poderia duvidas que “Lua Nova” será um sucesso? Talvez seja por isso que o set parece um acampamento de verão – embora um verão muito frio, muito obscuro, cercado por vampiros e sangue. “De uma forma estranha, há menos pressão dessa vez, já que é algo que sabemos que as pessoas querem ver,” diz o produtor Wyck Godfrey. Summit Entertainment, o estúdio por trás dos filmes, já provou que se manterá o mais fiel possível à visão de Meyer. “Eu disse à Summit que eles provavelmente poderiam contratar um chimpanzé para dirigir ‘Lua Nova’, e ainda sairia bem,” diz Weitz.

Weitz substituiu Hardwicke meras semanas depois de “Crepúsculo” tornar-se uma sensação das bilheterias, Novembro passado. Dependendo de com quem você fala, Hardwicke deixou a franquia ou por causa de um conflito de agendas ou porque ela queria, entre outras coisas, um maior orçamento para “Lua Nova” e mais tempo para filmar. O que ninguém discute é que o estúdio precisava de um diretor que pudesse lidar com a extensão ainda maior da sequência, o que pedia por lobisomens gigantes e um set na Itália. Summit também queria um diretor bem versado em efeitos especiais, particularmente depois que o primeiro filme foi ridicularizado pela cena em que a pele do Edward é exposta a luz do sol e começa a brilhar como se ele estivesse em um estranho comercial de loção corporal.

Weitz tinha o certo crédito de efeitos para o trabalho. O graduado de Cambridge tinha passado três anos vendo as criaturas de outro mundo em sua adaptação de 2007 de “A Bússola de Ouro” de Philip Pullman. O filme não agradou muitos críticos, mas seus efeitos visuais ganharam um Oscar. Então, com a exceção de ser, você sabe, macho, Weitz pareceu um bom encaixe para “Lua Nova”. Ciente de que seu gênero é um ponto de degolação para muitos fãs, o diretor, falando no set entre tomadas, diminuí seu nível de testosterona. “Eu sempre fiz filmes para mulheres,” ele diz. “Eu estou no gradiente mais feminino dos diretores masculinos. A coisa na qual estou menos interessado é em estragar as coisas.”

No momento em que Weitz foi contratado, ele foi jogado no debate se Lautner deveria reprisar seu papel como Jacob. Esse ator jovem e faminto era certo para um íngreme arco de personagem, e capaz de se transformar de garoto de olho aberto para monstro feroz? “Se havia uma coisa com a qual estávamos petrificados, entrando em ‘Lua Nova’, era a decisão da escalação do Jacob,” diz Godfrey. Os diretores eventualmente escalaram Lautner de novo, parcialmente porque ele tinha um fã não apenas em Weitz, mas em Kristen Stewart. “É completamente compreensível do por que eles queriam ter certeza de que ele era certo,” diz a atriz, 19. “Ele era tão jovem, 16, então entendi. Mas eu sabia que ele tinha que fazer. Só por causa da forma como me sentia perto dele. Eu literalmente via o Jacob nele.” E como a química Bella-Jacob saiu no set? “Temos aquele relacionamento,” ela diz. “É bobamente fofo. Eu amo aquela criança. Eu faria qualquer coisa por ele. Eu mataria por ele, literalmente.”

Não é preciso dizer, Lautner – que interpretou SharkBoy em “As aventuras de SharkBoy e LavaGirl em 3-D” de Robert Rodriguez em 2005 – está felicíssimo por estar a bordo. Ele fala animadamente sobre ficar sem camiseta debaixo de congelantes chuvas fortes, e sobre o número de acrobacias que ele faz, mas é claro que o maior desafio foi se transformar em lobisomem. “Algumas vezes nós filmamos duas cenas em um dia, uma pré-transformação e uma pós,” diz Lautner, agora com 17. “Então eu tinha que mudar a minha mente no set: Okay, eu sou o pequeno Jacob – agora eu sou um grande e mau lobo.”

Pelo jeito que as coisas vão no set, Lautner vai agradar o contingente de fãs conhecidos como Team Jacob. O nativo de Michigan ganhou 14 kg em sua forma, tomando bebidas de proteína e outras comidas de alto teor calórico durante seu intenso treinamento de 11 meses. Mas o que pode chocar os fanáticos de filme – se eles puderem parar de olhar para seu abdômen por tempo suficiente – é que parece que o cara realmente consegue atuar. “Eu acho que o Taylor realmente vai surpreender as pessoas no filme,” diz Weitz tomando café, três semanas antes de ele terminar a editar o filme. “As pessoas viram seu corpo e toda essa coisa e é chocante porque é difícil acreditar que alguém pode ser tão esculpido. Mas ele na verdade entrega uma ótima performance. Ele não estava simplesmente se exercitando o dia todo, ele estava também lendo bastante o livro.”

Stewart pode ser uma séria leitora também. Nesse ponto, ela pode conhecer Bella tanto quanto Meyer conhece, e, como muitos no set, ela não vai deixar nada, nem um diretor nem um script, atrapalhar as intenções originais da autora. “Definitivamente nos sentimos protetores sobre a série,” diz a atriz, que não tem problema em parar uma cena se as notas parecerem falsas. “Os diretores são permutáveis, então enquanto é empolgante ter novas opiniões, ao mesmo tempo é tipo, ‘Olhe, desta forma tem mais a ver com o que já criamos’.”

Enquanto fazendo o primeiro filme, a Summit ficou implorando que Stewart e Pattinson facilitassem o frenesi adolescente. Agora Stewart está mergulhando a cabeça em uma melancolia. Ela diz que chegou ao ponto de quebra em uma longa e fria noite na floresta enquanto filmando a cena principal quando Edward a abandona. “Antes da cena, eu estava sentada no meu quarto, tipo chorando pra c***** – chorando tão dorte que não conseguia respirar,” ela diz. “Porque eu estava realmente cheia e intimidada pela cena. Todos dizem, ‘é melhor que ela traga a emoção nesse filme!’ E é um momento tão importante no filme, quando ele parte.” A cena a deixou exausta. “Estou pensando, ‘temos’ que ter acabado agora’,” ela lembra. “‘Me diz que já acabamos’”.

Apesar do clima emocional pesado em “Lua Nova”, o diretor Weitz se manteve calmo e contemplativo, diferente da levada e frenética Hardwicke sobre como Jacob é do Edward. Em dias difíceis particulares, Weitz usava uma camiseta com o slogan da propaganda britânica de WWII que diz “Matenha-se Calmo e Continue”. Algumas vezes ele sentava na cadeira de diretor e lia romances de ficção científica enquanto a equipe preparava a próxima cena. “Fazer ‘Crepúsculo’ foi muito mais uma luta,” diz Stewart. “Todos estavam um pouco mais assustados. Precisávamos fazer algo comercial, mas ficar fieis ao livro. Não tínhamos tanto dinheiro. Era tudo bem impulsivo, e é isso que eu amo sobre aquele filme.”

Ela pausa. “Mas eu acho que ‘Lua Nova’ vai ser ainda melhor.”

Anúncios

Uma resposta to ““Lua Nova”: Segredos do set”

  1. evelise Says:

    Eu amo a saga crepusculo Amo Amo


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: