13 de março de 2009

Exclusivo: Os Vampiros de “Crepúsculo” — Edi Gathegi, Kellan Lutz e Rachelle Lefevre – Falam Sobre “Lua Nova”!

https://i0.wp.com/i28.tinypic.com/15zmkhj.png

Já que este mês é o lançamento do DVD de Crepúsculo, os vampiros do filme visitaram nosso prédio aqui em Los Angeles na semana passada para gravar um programa especial para E! News. E enquanto estavam aqui, os agarramos e tivemos nossa própria conversa exclusiva. Kellan Lutz, Edi Gathegi e Rachelle Lefevre sentaram conosco e revelaram as últimas notícias do universo de Crepúsculo, desde se jutarem para fazer Lua Nova (no qual eles começam a trabalhar nesta semana até o fim de Maio) para os prazeres e horrores do intenso alvoroço para o elenco de Crepúsculo, para sua rivalidade fora das telas com Taylor Lautner – que interpreta o lobisomem Jacob Black – e seus pensamentos sobre o diretor para Eclipse. A Drew Barrymore é o futuro da franquia?
Siga em frente para a entrevista completa com os anti-Cullens!

Antes de começarmos, eu tenho uma pergunta para o Kellan mandada pelos fãs online. Eles estão se perguntando se ele gostou de conhecer todos os fãs do Reino Unido na convenção Eternal Twilight no último fim de semana.

LUTZ: Oh, sim. Foi em North Hampton, uma hora a norte de Londres e a população tinha cerca de 200,000, então era um local menor. Teve uma grande resposta, 800 + pessoas, e fizemos sessões de fotos e autógrafos por horas. As Q&A foram ótimas porque era o Peter, eu, Ashley, Justin e Christian, todos no palco respondendo a perguntas randômicas. Foi muito bem organizado e uma máquina suave. Os fãs foram ótimos. Eles tiveram um baile naquela noite e Peter leiloou duas danças porque ele não estava se sentido muito bem, então queria fazer isso por eles. Foi tanto sucesso que mais duzentas pessoas compraram ingressos para tirar fotos com ele. Fãs vieram de LA e nós perguntamos a eles quando tivemos Q&As menores por quê eles vieram de LA e eles disseram, “Bem, que ótima hora para ver Londres. Eu posso ir a uma convenção com vocês e então ver o Big Ben.” Foi uma ótima experiência.

Como vocês concebem toda a atenção que vêm recebendo? Vocês acham que é um pouco mais fácil para vocês do que pra Robert e Kristen ou vocês ainda sentem como se estivessem sendo afogados em tudo isso?

GATHEGI: Um pouco mias fácil? Não cara, eu não consigo imaginar o que eles estão passando. Brincando, eu acho que Rob não pode sair da casa dele sem segurança completa. Ele está em todas as listas A, apresentando os Oscar. Ele tá mal. Mas vem com o território. É um ícone neste momento, um fenômeno da cultura pop, este filme. Eu pessoalmente posso voar um pouco fora do radar já que eu em pessoa pareço diferente do que no filme. Eu não estou usando dreads enormes. Eu acho que as pessoas estão começando a saber quem eu sou mas meu personagem não é grande o suficiente ou significante o suficiente para ganhar esse tipo de atenção pública. É legal quando eu recebo a atenção, mas eu definitivamente posso me retirar e aproveitar uma refeição em um restaurante.
Aqueles dreadlocks. Eu vou deixar eles crescerem agora. [Risadas.] Eu pego uma mesa em um restaurante, eles perguntarão “Edi quem?” “Edi do dread.” “Oh, por aqui!”

Sobre Lua Nova, todos vocês estarão no filme.

LUTZ: É, estamos todos confirmados.

LEFEVRE: É um campo vampírico. Eu fico chamando de campo vampírico.

LUTZ: É legal fazer parte disso. É bem similar ao livro. Eu amei o scipt, todos nós gostamos e eu acho que é ótimo estarmos juntos de novo.

LEFEVRE: É.

Rachelle, você é mais malvada do que nunca neste filme…

LEFEVRE: Ah sim, eu sou má. [Risadas.]

Como você entrou nesse espírito?

LEFEVRE: Para mim eu não estou tratando de nenhuma forma diferente porque a Victoria é uma vampira. Para mim é bem direto em termos do que aconteceu aqui. A pessoa a quem eu amava e a pessoa com quem eu passaria literalmente a eternidade foi tirada de mim de uma forma bem horrível. É algo que eu vejo como uma injustiça, e está trazendo emoções muito humanas porque vampiros são humanos com um vírus.. Para mim é trazer devastação e vingança. Todas as emoções mais obscuras humanas.

Com este filme vocês estão trabalhando com um novo diretor. Podem falar sobre algumas diferenças que estão sentindo? A vibração é de alguma forma diferente?

LUTZ: Eu não sei se algum de nós teve o prazer de conhecer Chris.

LEFEVRE: Eu falei com ele pelo telefone.

LUTZ: Oh, bom. Você gosta dele?

LEFEVRE: Sim, ele é ótimo. Ele é um tanto diferente da Catherine. Porque com a Catherine havia um senso real de energia surgindo. Meio que acontece de forma diferente com o Chris. Ele é mais comedido. Eu acho que é porque ele era um escritor e saiu de um filme como A Bússola de Ouro que ele pensou em todo o projeto, completamente. Ele é ridiculamente inteligente. Você pode dizer só de falar com ele. Eu acho que ele estudou em Cambridge. Ele é muito intelectual. Ao mesmo tempo, você pode perceber que ele viu o filme, leu o livro e respeita que já estabelecemos algo, e que é preciso ser continuado e os fãs esperam uma continuidade.

Rumores estão por todos s lados na internet sobre nova escalação. Vocês podem falar sobre algum deles, Dakota Fanning, Vanessa Hudgens, etc?

GATHEGI: Eu ouvi os rumores de Vanessa Hudgens, Anna-Lynn McCord pela primeira vez hoje.

LEFEVRE: Eu ouvi Anna-Lynn McCord pela primeira vez hoje. Quem ela interpretaria?

GATHEGI: Heidi.

LEFEVRE: Oh, não tinha ouvido esse.

GATHEGI: Então é nesse laço que eu me encontro. Eu ouvi os rumores sobre a Dakota Fanning e eu tive a chance de conhecê-la mas Kellan lhe perguntou sobre isso.

LUTZ: É, nós falamos com ela porque ela queria sair conosco, potencialmente seus futuros colegas de elenco, na estréia de Push. Então foi ótimo. Seria uma honra trabalhar com ela. Eu cresci assistindo aos filmes dela e ela é uma atriz brilhante. Até em Push ela fez um trabalho incrível, então ela interpretar Jane apenas melhoraria o filme.

Também tinha rumores sobre Madonna estar envolvida…

LEFEVRE: Eu ouvi isso. Vocês ouviram dizer sobre atuar ou sobre a trilha sonora.

GATHEGI: Eu ouvi sobre a trilha sonora. Por alguma razão eu pensei que vi algo sobre sua companhia produzindo o primeiro filme. Eu pensei ter visto online. Eu não havia ouvido, entretanto.

E ainda outro rumor é que Drew Barrymore pode dirigir Eclipse

LUTZ: Eu só ouvi isso hoje mas estou bem empolgado sobre a possibilidade, se é uma possibilidade.

LEFEVRE: Para mim, ela é uma dessas atrizes que vem atuando desde os 6 anos de idade e está envolvida em filmes com os quais eu me relacionei a vida toda. Eu amo o trabalho dela. Eu sinto como se ela se encaixasse bem conosco.

Vocês podem falar alguma coisa sobre o DVD de Crepúsculo sobre a qual os fãs podem ficar especialmente interessados?

GATHEGI: Absolutamente! O preço sugerido no varejo é $13,99. [Risadas.] Vai ser lançado no dia 20 de Março. É à meia noite, na sexta à noite. É um DVD de duas horas com comentários da diretora e Rob. Terá vídeos musicais de Linkin Park, Paramore…

LEFEVRE: Kellan quer convidar todos para sua festa de lançamento do DVD à meia noite. [Risadas].

Alguma cena deletada para ansiar ver no DVD?

GATHEGI: Eu realmente espero que sim. Eu sei que terá 5 cenas deletadas e algumas cenas estendidas. Eu vou assistir do começo ao fim! Há um documentário no DVD. É um documentário em 7 partes, uns dois minutos cada parte, meio que seguindo a criação do processo todo. Há um segmento do Comic Con onde fomos pela primeira vez expostos aos fãs.

LUTZ: Isso será divertido para mim. Já que vocês dois estavam lá vai parecer que eu também estava. Só pra sentir a loucura que vocês me contaram. Não será a mesma coisa, mas ainda assim intrigante.

LEFEVRE: Eu estou tão empolgada para ver porque eu estava lá, mas não estava lá. Foi uma daquelas loucas experiências fora do corpo. Eu vou assistir e dizer, “Eu não me lembro de nada disso.”

Alguma chance de vocês voltarem ao Comic Con neste ano com Lua Nova?

LUTZ: Acho que sim. Eu estava tão errante que pensei que esse era o filme que me faria ir lá.

LEFEVRE: Eu espero que sim. Talvez possamos ir como o elenco todo.

GATHEG: É.

Antes de trabalhar em Crepúsculo, vocês eram fãs de filmes de vampiro?

LEFEVRE: Eu era. Não muitos filmes de vampiros para mim, Mas Dracula, Dracula de Bram Stoker. Filmes assim, é. Eu amo. Entrevista com o Vampiro – eu achei incrível. Até mesmo Aberto Até de Madruga. Me pegou completamente de surpresa.

LUTZ: É, eu não esperasse que seguisse aquele rumo. Eu amo Anjos da Noite – A Evolução porcausa da minha esposa – bem, quando ela termina com o marido dela. Kate Beckinsale, só pra avisar que eu estou solteiro.

LEFEVRE> Eu tenho que concordar com o seu gosto nisso.

LUTZ: Ela é linda. Amo o sotaque.

E o látex.<

LUTZ: É!

LEFEVRE: O marido dela, que é um diretor, agora nunca vai te contratar!

LUTZ: Eu ouvi dizer que eles terminaram?

LEFEVRE: Não! O quê?

GATHEGI: Agora ele definitivamente não vai te contratar. Desejando mal a um casamento. [Risadas].

Havia outro rumor sobre Taylor Lautner…

LUTZ: Quem é esse?

LEFEVRE: Não era ele quem interpretava…

LUTZ: Um dos garotos do colégio? Ele não era um figurante?

LEFEVRE: Eu não acho que gostava daquele garoto. Ele era aquele garoto muito irritante que ficava nos ligando.

LUTZ: Nos ligando tipo, “Você tá afim de sair?” Ele é aquele que tinha a risada estranha de ronco também.

LEFEVRE: Oh Deus! Aquela risada de ronco!

LUTZ: Era tipo, “Este é o personagem dele? Ele sendo um garoto de colegial?” Oh, eu espero que ele não seja…

GATHEGI: [Risadas.] Taylor, é claro que ele está em Lua Nova. Ele é um terceiro de Lua Nova.

LEFEVRE: Nós o amamos.

Tinha uma conversa sobre ele não estar no filme. Sobre o que foi isso?

LEFEVRE: Eles sempre dizem para não levar para o pessoal mas eles lidaram com isso com tanta graça. Não foi pessoal. Não havia dúvida de que ele havia feito um trabalho sensacional em Crepúsculo. Era literalmente uma coisa física. Você abre Lua Nova e como é um livro, ele não tem que aderir o jato de crescimento. Através do verão, ele está com 2m e 90kg e parece ter 25 anos. A preocupação deles era sobre o que aconteceria com Taylor. Este garoto entretanto, ele ganhou 13kg de músculo e malhou como louco. Ele trabalhou no personagem e descobriu uma maneira de lhe dar um senso de maturidade. Eu não ficaria surpresa se ele desse ao personagem uma voz mais profunda. Ele vem trabalhando nisso e mereceu por ele mesmo o papel só por dizer a todos que ele conseguia. Desde que eles o quisessem de qualquer forma funcionou.

LUTZ: Ele já estava malhando com isso em mente de que ele teria de se tornar esse Jacob maduro, muito mais maduro, antes de sequer saber que Lua Nova estava certo a ser produzido.

GATHEGI: O dia depois que terminamos Crepúsculo ele foi à academia. Enquanto estávamos filmando Crepúsculo ele não tocou nos pesos, sabendo que poderia ter de mudar completamente seu visual.

Se me permitem mudar o assunto por um momento… Vocês são do gênero do horror no geral?

LEFEVRE: Eu não consigo assistir a filmes de horror poruqe quando eu era criança eu costumava assistir a Pesadelo em Elm Street e Sexta-Feira 13 e eu não dormi por meses. Tinha essa cena em Pesadelo em Elm Street onde a garota está tomando banho e a mão do Freddy surge da ducha. Sem banhos depois disso. Eu sou peso leve quando se trata disso. Eu tenho uma excessão que é qualquer coisa com conteúdo religioso, como O Exorcismo de Emily Rose, As Pragas ou até mesmo Estigma. Sou fanática por qualquer coisa com conteúdo religioso.

LUTZ: Eu sou completamente o oposto.

LEFEVRE: Tipo slashs?

LUTZ: Bem, slashs eu sei que são tão “faz de conta” e eu não cresci sendo assustado por bixo-papão ou monstros no meu armário. Mas coisas religiosas… Minha família é tão religiosa do Meio-Oeste, coisas de exorcismo é uma coisa tão real de certa forma. Trazer a religião para seres e criaturas demoníacas assim é simplesmente assustador. Eu sinto como quando eu assisto O Exorcismo de Emily Rose eu não consigo dormir, porque eu sinto como se eu tivesse acabado de ver algo que não deveria ter visto. São ótimos filmes. É engraçado, o que me assustava antes e o que me assusta agora. Eu assisto O Leprechaun agora e me pergunto, “Por quê eu gostei disso?” Tem o Puppetmaster. Eu queria alguns desses bonequinhos demoníacos.

LEFEVRE: Chucky?

LUTZ: Mas agora é só engraçado.

LEFEVRE: Eu não acho engraçado. Eu acho assustador. [Risadas.]

Voltando a Lua Nova… Vocês acham o script bem similar ao livro?

GATHEGI: Eu li Lua Nova antes de começar a filmar Crepúsculo, então eu não consigo lembrar cena por cena mas eu sei do cuidado que a Summit está tendo para trazer vida à visão e deixar os fãs felizes. Chris se importa com isso também, então tenho certeza que será bem próximo.

LEFEVRE: É mesmo muito similar ao que eles fizeram com Crepúsculo, de uma forma que condensa bem o tempo. Existem coisas que não conseguimos colocar no filme assim como algumas outras foram acrescentadas. Não é novidade. É só uma aglomeração de coisas que precisam ser condensadas. É só uma maneira de fazer a história andar. Essas são as verdadeiras modificações, da mesma maneira que fizeram com Crepúsculo. Eles pegam a história central, que é o triângulo amoroso entre Bella, Edward e Jacob, e aí tudo mais é costurado para se adaptar a isso.

Você vai ter a chance de lutar com lobisomens, Rachelle.

LEFEVRE: Uh, sim!

Você está ansiosa por isso?

LEFEVRE: De uma certa maneira. Edi e eu definitivamente temos alguns encontros, então eu voltei para a academia para malhar, para as cenas com os cabos.

Vai haver mais trabalho com acrobacias para vocês ?

GATHEGI: Pra mim sim. Eu não pude fazer nenhum trabalho com cabos na ultima vez.

LEFEVRE: Eu fiz um pouco. Mas todas as minhas grandes cenas de lutas são em Eclipse [Para Lutz} Você sempre tem cenas de luta. Você é o lutador.

LUTZ: Eu adoro isso.

O que vocês gostam mais em interpretar um vampiro?

LUTZ: Para mim, com Crepúsculo, nós éramos essas criaturas sobrenaturais fingindo ser humanos na civilização. Eu acho que é brilhante e faz disso muito mais real. Eu estava tendo uma conversa com, eu acho que era com você Edi, e eu estava falando sobre como em Push eles tinham esses poderes especiais mas eles não estavam usando uniformes especiais, então eu pude me identificar com aquilo. Com Crepúsculo você não consegue perceber a diferença entre nós e as outras pessoas da escola. Eles só acham que somos estranhos e temos uma pele pálida.

GATHEGI: Eu gosto de interpretar personagens com estatos. Reis e pessoas que exigem atenção. Eles não fazem muito mais as pessoas os respeitam. Eu acho que nós leva a outro nível: O vampiro malvado.

LEFEVRE: Além do mais, é próximo de como você acha que as pessoas deveriam tratar você na vida real. (risos).

GATHEGI: Certo.(risos)

Edi, você recentemente fez “My Bloody Valentine. Você é um fã do gênero em geral?

GATHEGI: Eu não só um fã do gênero em geral porque eu normalmente não acho que as coisas são plausíveis no mundo que eles criam. Eu não consigo me envolver. Se tem uma história plausível e as coisas ficam mais realísticas, mas aí existe aquele medo, eu sou um fã disso. Foi por isso que eu quis fazer “My Bloody Valentine. E foi por isso que eu quis fazer Crepúsculo — porque não era sobre vampiros, era sobre um romance.

Em geral, como vocês se sentem sobre os rumores sobre artistas bem estabelecidos se juntando ao elenco da serie de filmes? Já que vocês parecem uma pequena família, vocês ficam apreensivos?

GATHEGI: Eu acho que é legal fazer parte de algo que atrai estrelas e que elas queiram fazer parte disso também.

LUTZ: É, isso é muito legal. Dakota Fanning, Madonna…

GATHEGI: Isso é incrível. Eu dou boa vindas à elas. Quanto mais estrelas tivermos mais legal o projeto pode ficar. Eu não me sinto ameaçado. Eu tenho o meu, agora venha pegar o seu.

LEFEVRE: Eu também acho que nós passamos tanto tempo juntos, filmando, dando entrevistas, saindo juntos. Nós pudemos nos conhecer bem. O exemplo perfeito é …Rob, para nós, ele não é Robert Pattinson. Ele é apenas Rob. Essa coisa toda é uma indicação de que não importa que entre. Eu acho que nossa energia é contagiosa. Não importa que entre à bordo, mesmo que eles venham com um estatus maior, eu acho que eles serão bem vindos.

LUTZ: Nós tiramos sarro.

LEFEVRE: Não importa quem você seja. Nós iremos tirar sarro de você. Não há uma hierarquia.

Qual foi a pior coisa que vocês fizeram com um membro do elenco?

GATHEGI: Nós o matamos.

LEFEVRE: Edi apelidou Taylor de “Duas vezes oito” porque ele só tem 16 anos. Ele é o membro do elenco mais novo. Nós nunca o chamamos pelo nome, nós só dizemos “E aí duas-vezes-oito ?” E no fim da turnê de entrevistas parecia que ele iria nos enforcar.

GATHEGI: Nesse tempo nós já sabíamos que ele tinha sido campeão de karate duas vezes então nós paramos de chama-lo assim além do mais, ele não é mais “duas-vezes-oito”, ele tem 17 agora.

LEFEVRE: Sobre o Kellan também… toda vez que alguém dizia: “Onde está o Kellan?”, nós diziamos “Eu não sei.Provavelmente ele está levantando peso no hotel.”

LUTZ: (risos)

LEFEVRE: Onde está o Kellan? “Oh, eu não sei. Ele está trocando o pneu do meu trailer, de costas.” (risos)

Qual é seu maior medo?

GATHEGI: Nunca trabalhar novamente.

Sério–Um medo realista.

GATHEGI: Oh, obrigada. Eu vou falar por ultimo nessa…

LUTZ: Costumava ser a morte mas agora é… Eu acho que é perder alguém, ou não ser capaz de ajudar alguém porque ele tem alguma doença ou algo que você não pode fazer nada. É esse período de espera que você não pode dar um jeito. Se sentir inútil.

LEFEVRE: Essa é uma resposta bem pensada e agora eu serei um pouco mais pesada. Eu não sei porque, mas nós estamos falando da vida real, e como uma mulher eu me sinto bombardeada diariamente com imagens de mulheres sendo atacadas, sexualmente ou domesticamente. Eu não sei. Eu só sinto como se em todo local, na TV e nos filmes, é tão perverso. É uma mulher, uma mulher solitária, sendo perseguida e depois atacada. E começou a me impressionar, e eu notei andando pela minha rua que eu comecei a sentir medo em todo lugar que eu vou. Agora eu evito ver coisas que tenham essas imagens perversas. Logo quando eu parei de assistir essas coisas eu comecei a me sentir segura novamente. O mundo não é um lugar seguro como costumava ser, mas não tem problema em levar meu cachorro para passear no parque.

GATHEGI: Crustáceos.

LEFEVRE: [risos.] Medo deles atacarem seus tornozelos?

GATHEGI: Eu fico todo arrepiado quando eu vejo coisas com cascas e grudentas. Os cabelos da minha nuca ficam em pé e eu fico muito incapacitado. Eu odeio crustáceos. Qualquer coisa que se parece um crustáceo. Você queima uma rosca e fica toda cheia de bolhas e inchada. Me deixa louco. Fora isso eu não tenho medo de nada. (risos) .

Traduzido pela equipe do site Twilight Team, não reproduza sem os devidos créditos!!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: